13 de nov de 2010

Quem sou eu?

 

Pra começar… eu sou D I F E R E N T E,

lindinha neh?! 

Infelizmente ou felizmente (ainda não sei, juro) quando eu  amo o faço qualquer outra coisa sou intensa,

amo e vivo INTENSAMENTE,

 SEM limites,

SEM o pé no chão,

me apego muito fácil e nem sempre as pessoas sabem lidar com isso,acho que nem eu sei, tô aprendendo ainda.

Sinceramente? NÃO tô nem aí pro que você vai pensar ou dizer de mim!

Olha eu sei que ja critiquei, mas também ja fui muito criticada, então estamos empatados, eu e o resto do mundo.

Quando eu era mais nova eu achava (em alguns raros momentos ainda acho)  que o mundo era uma maravilha, mas o problema é que até hoje não consigo ENTENDER esse mundinho lindo, não consigo na verdade entender as pessoinhas desse mundo (mas ai seria pedir demais neh?).

É verdade que eu tenho muito o que aprender, mas sei também que ja ensinei muito a muita gente, então não venha você me dizer que sou muito nova pra saber das coisas, posso até ser nova, mas sei o mais importante, SEI o que quero.

Eu sempre TENTEI agradar todos (na medida do possível) , mas nem sempre consegui (Ah… nem cristo conseguiu, pq a bobinha sonhadora aqui conseguiria neh!?).

Eu sei que poderia ter feito o melhor, mas não fiz. Não fiz por que não achei NADA que valesse a pena o esforço, mas isso é so uma teoria, não sei por que, mas sei que AINDA não fiz o meu melhor.

Sou daquelas bem maluketes que de vez em quando tem ataque de RISOS incontroláveis( daqueles que lavam a alma entende), mas em compensação já tive e de vez em quando ainda rolam aqueles ataques de choro incompreendidos... ah, vá dizer que você nunca teve um? (Nessas horas recorro a amigas, virtuais ou reais, ou ao meu travisseiro… bons ouvintes)

É bem verdade que depois de 20 aninhos eu tinha que aprender a ADIMITIR meus erros, e também tinha que saber que as pessoas são como eu passíveis a erros e que as vezes é PRECISO perdoar (não pela pessoa em questão, mas por mim, pra que eu pudesse seguir em frente, saca?)

Algumas pessoas ja me disseram que sou perfeita…( ah… não sou e nem almeijo ser) Eu TENHO meus defeitos e manias chatas como qualquer outra pessoa, sou daquelas que ASSUME as coisas que gosta ( e enquanto não faço isso, morro aos pouquinhos até fazer), sem IMPORTAR-ME se os outros gostam ou não.

Não vou ser hipócrita aqui e dizer que não ARREPENDO-ME do que fiz so do que não fiz, SIM eu ja me arrependi de coisas que fiz e escolhas que tomei, mas cheguei a conclusão que tudo serve para que um dia eu consiga EVITAR os mesmos e novos tombos...

Ja me enganei (e isso com certeza foi a coisa mais idiota que fiz), já fiz melhor do que eu e o resto do mundo esperava e também pior, ja desejei minha morte, e hoje desejo VIVER eternamente.

Sou assim, essa icógnita constante. Não é muito fácil me definir, nem quero isso, quero (Como diz uma de minhas amigas virtuais a @GeenaAndrogyni) “não ter definição exata pra mim, pra quando eu quiser e bem entender ter a LIBERDADE de mudar.”